ABINIA

A Associação de Bibliotecas Nacionais da Ibero América (ABINIA), fundada no México a 14 de dezembro de 1989, é um fórum inter regional que reúne as 22 Bibliotecas Nacionais da Ibero América. Em outubro de 1999 se aprovou em Lima, Peru a ata constitutiva que lhe outorga o caráter de Organismo internacional, com uma nova denominação: Associação de Estados Ibero americanos para o Desenvolvimento das Bibliotecas Nacionais de Ibero América, mantendo-se a denominação de ABINIA. Até junho de 2002, a ata constitutiva foi ratificada por 10 países da Ibero América

Catálogo Coletivo da ABINIA

Projeto Instrumenta Musicae 

O projeto Instrumenta Musicae tem por objetivo reunir a documentação musical das coleções patrimoniais da Espanha e Ibero-américa para a formação de um catálogo coletivo de fundos musicais do século XIX. Lançado em junho de 2006, esse projeto faz parte das atividades da ABINIA – Associação de Estados Ibero americanos para o Desenvolvimento das Bibliotecas Nacionais de Ibero América – e foi proposto pela Biblioteca Nacional da Espanha, que o coordena.
Para o controle bibliográfico dos documentos musicais, além do trabalho de levantamento da bibliografia serão desenvolvidos:

- Campos de descrição bibliográfica e entrada de dados, segundo normas internacionais (ISBD e MARC)
- Estudo dos pontos normalizados (autor, título, uniforme, cabeçalhos de assunto)
- Normas para a incorporação das características próprias dos exemplares dentro de cada coleção
- Decisão sobre o nível de descrição bibliográfica necessária para a incorporação de 
registros no catálogo coletivo INSTRUMENTA MUSICAE

Catálogo NOVUM REGESTRUM

A ABINIA é o resultado da associação de governos ibero-americanos para o desenvolvimento das Bibliotecas Nacionais de ibero-américa. Sobre este ponto, pode-se obter maiores informações com a Secretaria de Geral Ibero –americana: http://www.segib.com

Dentre seus objetivos específicos está a elaboração de um catálogo coletivo de monografias dos séculos XVI a XIX depositadas nos acervos das bibliotecas nacionais ibero-americanas.
A Biblioteca Nacional através do PLANOR é co-participante no projeto do catálogo NOVUM REGESTRUM e tem trabalhado para disponibilizar as descrições - bibliográficas e dos exemplares – de obras entre 1501 e 1900, pertencentes ao seu acervo e ao acervo das instituições culturais brasileiras cadastradas no PLANOR.

Sua metodologia de trabalho compreende:  

Descrição bibliológica: fundamentada no exame minucioso da obra. 

Pesquisa bibliográfica: alicerçada em fontes de referência consagradas relacionadas neste projeto. 

Catalogação: em 3º nível, seguindo o ISBD(A) – International Standard Bibliographic Description for Older Monographic. 

Padronização das entradas: de acordo com a segunda edição do Código de Catalogação Anglo-Americano 

Padronização dos registros: segundo o formato USMARC – US Machine Readable Cataloging.